NOTÍCIAS

Postado em 13 de Fevereiro de 2017 às 22h53

O Sinjusmat lamenta a perda do colega Gil.

SINJUSMAT É com pesar que o Sinjusmat comunica o falecimento de Gildeci Oliveira da Costa, ocorrido nesta segunda-feira (12.02). Gil, como era conhecido por todos, estava com 52 anos de idade e há mais de um ano lutava contra um...

É com pesar que o Sinjusmat comunica o falecimento de Gildeci Oliveira da Costa, ocorrido nesta segunda-feira (12.02). Gil, como era conhecido por todos, estava com 52 anos de idade e há mais de um ano lutava contra um câncer.
Ele esteve à frente da Associação dos Servidores do Poder Judiciário de Cuiabá (Aspojuc), durante muitos anos. Foi um grande líder na busca de melhorias para os Servidores do Judiciário e idealizou a implantação do Sicoob Credijud que nasceu do sonho de criar uma instituição financeira voltada exclusivamente para os servidores do Poder Judiciário. Ele foi também suplente de vereador na Capital e chegou a assumir a vaga de Lueci Ramos.

Gil está sendo velado na Capela Jardins, e será sepultado no Cemitério Parque das Nações, no Jardim Imperial, em Várzea Grande.

O Sinjusmat, servidores e toda sua diretoria, lamentam profundamente a morte de Gil. Os nossos mais sinceros pêsames a toda sua família.


Foto: Reprodução
 

Veja também

Protocolada Ação Judicial dos 16,66% na vara da Fazenda Pública de Cuiabá.20/06 No último dia 06 de junho de 2018, o departamento jurídico do SINJUSMAT protocolou ação judicial com pedido de reconhecimento do direito à incorporação da segunda parcela dos 16,66% oriunda da Lei 9.319/2010 com fundamento nos princípios da irredutibilidade salarial e no direito adquirido, acompanhando o entendimento do Supremo Tribunal Federal. Ou,......
Estamos na segunda semana de avaliação.30/09/16 Lembramos aos Colegas Servidores que já estamos na segunda semana de avaliação. Foi publicado no DJE 9884 o Ato Normativo 01/2016 do Comitê Gestor do SDCR, atualizando a Política de Avaliação de......
Parecer Jurídico quanto a Lei 10.656 de dezembro 2017.07/03   A retroatividade da Lei n.º 10.656/17 é inconstitucional, conforme precedente do STF. Os servidores do Estado de Mato Grosso foram surpreendidos com a promulgação da Lei n.º 10.656 no dia 28 de dezembro de......

Voltar para Notícias