NOTÍCIAS

Postado em 19 de Maio de 2017 às 13h51

Preocupado com a Resolução 219 CNJ Rosenwal visita Fenajud.

SINJUSMAT A Fenajud (Federação Nacional dos Servidores do Judiciário nos Estados) reuniu, nesta terça-feira (16/05), seu Conselho de Representantes para tratar das pautas de reivindicações da...

A Fenajud (Federação Nacional dos Servidores do Judiciário nos Estados) reuniu, nesta terça-feira (16/05), seu Conselho de Representantes para tratar das pautas de reivindicações da Federação e ações imediatas para combater os ataques à classe trabalhadora do judiciário estadual. O encontro extraordinário ocorre no Hotel Carlton, em Brasília (DF), com 21 sindicatos presentes, e tratou da seguinte ordem:

I – Apresentação sobre a Resolução 219 – que dispõe sobre a distribuição de servidores, de cargos em comissão e de funções de confiança nos órgãos do Poder Judiciário de 1º e 2º graus; II – Palestra sobre a Resolução 219 e 243 e os impactos na vida dos servidores; III – Ações de combate às reformas no Congresso e Ocupa Brasília; IV – Debates com representantes; V – Avaliações e encaminhamentos do dia.

O presidente da Fenajud, Luiz Fernando Souza, iniciou os trabalhos discorrendo sobre o posicionamento do movimento sindical perante todos os ataques que estão sendo feitos contra os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do judiciário estadual. Na ocasião Luiz alertou os dirigentes sobre a importância da participação no próximo ato contra as reformas da Previdência e Trabalhista, o #OcupaBrasília, que acontece no dia 24 de maio.

Após a fala de Luiz, foi dada a palavra ao diretor de assuntos jurídicos da Fenajud, Eduardo Nunes, que fez uma apresentação sobre as ações da Fenajud perante a Resolução 219 - junto ao advogado da Entidade, Ralph Siqueira. Na ocasião o pedido de providências que pede o embargo da implementação junto ao Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo e demais Unidades da Federação foi apresentado. Eduardo ressaltou que a Federação tem a preocupação de impedir a aplicação da Resolução em todos os estados, já que não houve debate amplo e irrestrito.

Na segunda parte do evento, os dirigentes da Federação, Luiz Fernando Souza, Bernardino Fonseca, Ednaldo Martins, Eduardo Nunes, e Marcos Fabre, levantaram as possíveis ações que serão realizadas contra os retrocessos, que seguem em tramitação no Congresso Nacional. Um dos pontos importantes citado é o ato #OcupaBrasília, que será realizado no próximo dia 24 de maio, na Esplanada dos Ministérios e tem como objetivo pressionar a Câmara dos Deputados e o Senado Federal para não aprovar a PEC 287 – reforma da Previdência e o PLC 38 – reforma Trabalhista.

Além disso, a assessora política do Sindicato Dos Servidores Das Justiças Federais no Estado Do Rio De Janeiro, Vera Miranda, discorreu sobre os dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – Justiça em Números 2016 – e com base nas informações oficiais discutiu junto aos participantes sobre a Justiça Estadual e os impactos da Resolução 219 na vida dos servidores.

Encaminhamentos e deliberações:

Entre os encaminhamentos aprovados no Encontro está a necessidade de chamar a Fenajufe (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e MPU) para um debate sobre a Resolução 219; realização de estudo para comprovar os danos que a medida poderá causar na vida dos servidores públicos que atuam no judiciário; e criar campanha publicitária com enfoque na Resolução e seus malefícios.

Matéria disponível no site da FENAJUD:

http://www.fenajud.org.br/subpage.php?id=6128_resolu-o-219-foco-de-debate-no-conselho-de-representantes-extraordin-rio

Veja também

Poderes decidem se aceitam congelamento em MT28/03/17 O governador Pedro Taques (PSDB) se prepara para uma série de reuniões com os demais Poderes – Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Assembleia Legislativa (AL), para discutir o atual cenário econômico do Estado, além de discutir os rapasses atrasados do duodécimo, do......
SINJUSMAT mantem a luta em busca da regularização dos repasses pelo Governo15/01/18 O SINJUSMAT, na tarde desta segunda-feira 15 de janeiro de 2018, protocolou junto ao Tribunal de Contas do Estado requerimento de instauração de procedimento administrativo de TOMADA DE CONTAS ESPECIAL em face do Poder Executivo Estadual,......

Voltar para Notícias