NOTÍCIAS

Postado em 23 de Janeiro de 2017 às 11h06

Servidores poderão decidir sobre gestão de pessoas

SINJUSMAT Os servidores e magistrados do Poder Judiciário de Mato Grosso terão a oportunidade de participar ativamente das discussões e decisões relativas à gestão de pessoas no âmbito do Poder...


Os servidores e magistrados do Poder Judiciário de Mato Grosso terão a oportunidade de participar ativamente das discussões e decisões relativas à gestão de pessoas no âmbito do Poder Judiciário Estadual. Para tanto, os interessados em compor o Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas devem se inscrever no link disponibilizado na Intranet da instituição (http://intranet.tjmt.jus.br/).

“Esse é o momento que a instituição está oportunizando voz e vez aos servidores e magistrados de Primeiro Grau. É uma oportunidade importante que está sendo ofertada para que os interessados participem das discussões e decisões sobre a gestão de pessoas no âmbito da organização”, enfatiza o diretor de Planejamento do TJMT, Flávio de Paiva Pinto. No período de 23 a 27 de janeiro serão feitas as inscrições dos interessados e, na semana seguinte, será a vez da votação dos futuros integrantes do comitê.

Conforme disciplina a Resolução nº 240/2016 do Conselho Nacional de Justiça, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso já deu início ao trabalho de implantação da Política Nacional de Gestão de Pessoas no âmbito do Poder Judiciário Estadual. Inicialmente, a instituição vai criar um comitê com a participação de servidores e magistrados, cujos membros devem ser definidos pelo Pleno no dia 16 de fevereiro.

Seus integrantes serão um magistrado e um servidor indicados pelo tribunal, outro magistrado e outro servidor selecionados pelo Tribunal a partir de lista aberta a todos os interessados, dois magistrados do Primeiro Grau eleitos por votação direta pelos colegas que atuam na mesma instância e dois servidores eleitos por votação direta entre seus colegas, também a partir de lista de inscrição.

“No planejamento estratégico nacional (2016/2020), o CNJ trouxe alguns macrodesafios, dentre eles um que versa sobre governança institucional. O Conselho quer os tribunais implementem modelos de governança nas principais diretrizes da organização, a exemplo da gestão de Tecnologia da Informação, gestão de estratégia e, agora, gestão de pessoas. A ideia com a instituição da governança é democratizar as discussões e os processos decisórios e criar filtros para subsidiar as decisões da Presidência”, explicou Flávio, ao lembrar que também terão espaço no Comitê representantes da Associação Mato-grossense de Magistrados (Amam), Sindicato dos Servidores (Sinjusmat) e Sindicato dos Oficiais de Justiça (Sindojus-MT).

Confira AQUI a Resolução 240/2016 do CNJ

Saiba mais:

Política de Gestão de Pessoas é foco do PJMT


Lígia Saito / Fotos: Otmar de Oliveira (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409

Veja também

SINJUSMAT mantem a luta em busca da regularização dos repasses pelo Governo15/01/18 O SINJUSMAT, na tarde desta segunda-feira 15 de janeiro de 2018, protocolou junto ao Tribunal de Contas do Estado requerimento de instauração de procedimento administrativo de TOMADA DE CONTAS ESPECIAL em face do Poder Executivo Estadual, representado pelo Governador do Estado Sr. José Pedro Taques. O Procedimento de TOMADA DE CONSTAS ESPECIAL tem fundamentação legal no......
Posicionamento do SINJUMAT quanto ao relatório final das Comissões20/04/18 Na tarde de quarta-feira (18-4), o SINJUSMAT participou de reunião com as Comissões formadas por Servidores, Magistrados e Entidades de Classe representativas do Tribunal de Justiça. Os temas discutidos estão relacionados com as......
Sinjusmat esclarece aos Servidores31/08/17 Prezados colegas e amigos! O Sinjusmat tem acompanhado assiduamente a tramitação do Projeto de implantação das Resoluções 2192016 e 2402017 do CNJ. O que ocorreu: Após a eleição......

Voltar para Notícias